quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Os Verdes questiona António Costa sobre offshores e acordo com Espanha sobre Almaraz

Heloísa Apolónia, no debate quinzenal de hoje com o Primeiro Ministro, questionou António Costa sobre dois assuntos: fuga de milhões para o exterior sem conhecimento da Autoridade Tributária, situação que requer o apuramento de responsabilidades e o acordo entre Portugal e Espanha sobre Almaraz e a necessidade de esclarecer, cabalmente, se Espanha revoga ou não a decisão tomada para uma efetiva avaliação dos efeitos transfronteiriços decorrentes da construção do cemitério nuclear

"Há uma decisão que Espanha tomou que tem de ser revogada para que o processo seja retomado e uma nova decisão seja tomada, designadamente em favor dos portugueses, e os efeitos transfronteiriços, evidentemente que existem!"



Almaraz: Os Verdes advertem Ministro do Ambiente para cautelas a ter no âmbito do acordo com Espanha

Hoje, no Parlamento, o PEV advertiu o Ministro do Ambiente sobre alguns perigos que podem decorrer do acordo entre Portugal e Espanha, relativo ao processo do armazém de resíduos para servir a Central Nuclear de Almaraz, caso não sejam asseguradas algumas condições.

Desde logo, é fundamental assegurar que Espanha revogue, efetivamente, a decisão, que já anunciara como tomada, sobre a construção do armazém de resíduos nucleares. Não se pode aceitar que essa decisão se mantenha, ou que seja apenas suspensa, na medida em que, se assim fosse, o processo de participação de Portugal não passaria de um mero pro forma, absolutamente inútil. Não seria compreensível que se abrisse um processo de participação, sem que a decisão de Espanha fosse formalmente revogada, para se reiniciar a Avaliação de Impacte Ambiental, tendo em conta os efeitos transfronteiriços do projeto.


Os Verdes consideram, também, que dois meses é um tempo manifestamente curto para que seja conhecido o Estudo de Impacte Ambiental, para que seja reformulado em função das necessidades de avaliação, num novo processo de Avaliação de Impacte Ambiental e, ainda, para que seja sujeito a um período de consulta e discussão pública.

O que o Governo português nunca poderá deixar de garantir é que o processo de Avaliação que se iniciará, bem como a consequente consulta pública, não sejam tomadas em devida conta num processo decisório.

Mais, na perspetiva dos Verdes, é este o tempo em que o Governo português não pode mais fugir à definição clara de um posicionamento sobre o prolongamento da Central Nuclear de Almaraz. Outra não pode ser a posição, que não a defesa do encerramento daquela central nuclear até ao ano de 2020, na medida em que só este encerramento garantirá a segurança do nosso território, das nossas populações, do rio Tejo e dos nossos ecossistemas.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Reposição de serviço de passageiros na Linha do Leste tema de reunião entre Verdes e Governo - Garantidas Melhorias Para Breve!

Dando continuidade aos compromissos assumidos com as populações do Distrito de Portalegre, Os Verdes continuam no quadro de conversações bilaterais com o Governo a persistir ela reposição rápida de uma oferta de transporte de passageiros que atenda às necessidades das pessoas e do desenvolvimento da Região.


Nesta reunião Os Verdes deram conta ao Secretário de Estado dos Transportes da reação das populações aquando da Marcha que fizeram a pé entre Portalegre e Elvas, na qual a população expressou claramente a falta que o comboio lhes faz.

Por parte do Secretário de Estado ficou o compromisso inequívoco de ouvir muito brevemente Os Verdes, sobre uma proposta que irá ao encontro das reivindicações colocadas.


Face à urgência colocada por parte dos Verdes para uma resposta à falta de transporte das populações, o Secretário de Estado assegurou ao PEV que a situação atual não se irá arrastar por muito mais tempo.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Os Verdes promovem Jornadas Parlamentares focadas em Almaraz

O Grupo Parlamentar Os Verdes dedica as suas Jornadas Parlamentares, da presente sessão legislativa, ao tema da ameaça e riscos decorrentes da Central Nuclear de Almaraz.

Ouvir e debater os riscos que a Central Nuclear de Almaraz representa para Portugal, nomeadamente para as populações e para os territórios localizados na raia e na zona ribeirinha do Tejo, e a forma como estamos preparados para enfrentar esta ameaça, é o objetivo das Jornadas Parlamentares.

Programa das Jornadas Parlamentares

30 de Janeiro - Castelo Branco 

11.00H – Reunião com Administração da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco ( Av. Pedro Alvares Cabral)
12.30H – Conferência de Imprensa junto ao Mercado de Castelo Branco (Avenida 1º de Maio, 1º andar)
14.30H – Reunião e visita às Instalações do Comando Distrital de Operações de Socorro - (CDOS, Praça Nercab)
15.40H – Reunião com os Bombeiros de Vila Velha de Ródão (Rua de Santana)
16.40H – Contacto com Unidade Hoteleira Vila Portuguesa – Casa de Campo (Rua das Pesqueiras, Nº25, Vila Velha de Ródão)
17.30H – Viagem de Barco entre Vila Velha de Ródão e Barragem do Fratel
18.30H – Distrito de Portalegre - Conversa com pescadores do Rio Tejo na sede da Junta de Freguesia de Santana (Aldeia do Arneiro, Nisa)

31 de Janeiro - Portalegre 

09.00H – Reunião com a Direção do Agrupamento de Escolas de Nisa e debate com alunos.
11.00H – Visita ao Centro de Formação da Guarda Nacional Republicana de Portalegre ( Avenida George Robinson, 1)
14.00H – Audição Pública Descentralizada sobre a Central Nuclear de Almaraz, no Auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (Praça da República, nº 23-25)
17.00H – Conferência de Imprensa para apresentação das conclusões das Jornadas Parlamentares (Auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais.





quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Almaraz - Audição Pública Parlamentar por iniciativa de Os Verdes

Hoje, o PEV organizou uma audição pública no Parlamento sobre a Central Nuclear de Almaraz.

Instituições de ensino superior, autarquias, associações de ambiente, bombeiros, refletiram com Os Verdes, todos em conjunto, sobre a importância de contribuir para o encerramento daqueles reatores nucleares.

Importa continuar um trabalho de informação, esclarecimento, pressão e importa ganhar ainda mais gente para esta causa.






segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Portalegre – 19 de janeiro - Conversa Ecologista – O "A" de Ambiente na Constituição da República Portuguesa

"Os Verdes" estão a promover um conjunto de iniciativas que visa dar a conhecer aos cidadãos, o direito ao Ambiente e ao Desenvolvimento Sustentável, expresso na Lei Mãe da Democracia Portuguesa desde a sua 1.ª versão em 1976.

O direito a um ambiente sadio e ecologicamente equilibrado, previsto no Art.º. 66.º, a um ordenamento do território equilibrado que visa a sustentabilidade e a equidade territorial, à defesa da proteção da Natureza e dos recursos naturais, à conservação e valorização do património cultural, à promoção de um desenvolvimento sustentável, são algumas das questões que "Os Verdes" querem dar a conhecer e sobre as quais querem aprofundar o debate com os cidadãos.


Nesse sentido, vimos convidar os senhores e senhoras jornalistas para a “Conversa Ecologista ” que vamos realizar sobre esta matéria, em simultâneo com a Inauguração de uma exposição de cartoons. na próxima quinta-feira, em Portalegre, com a participação de Manuela Cunha, Membro da Comissão Executiva Nacional do PEV e do arquiteto Telmo Quadros Ferreira, autor da exposição, que intervirá sobre o papel dos cartoons como forma de intervenção, sensibilização e alerta para os problemas ambientais.

domingo, 15 de janeiro de 2017

A CDU ganhou as eleições intercalares na Freguesia de Galveias - Ponte de Sor

O Partido Ecologista Os Verdes regozija-se com a vitória obtida pela CDU nas eleições intercalares para a Assembleia de Freguesia de Galveias (Concelho de Ponte Sor – Distrito de Portalegre).

Galveias confiou na lista da CDU, encabeçada por Fernanda Bacalhau, a quem deu a maioria absoluta, com 273 votos (cinco eleitos) dos 547 votos expressos.

Os Verdes estão convictos e confiantes que Galveias pode agora contar com uma equipa competente e dedicada, empenhada na defesa dos interesses da freguesia e das suas populações.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Almaraz - declaração política no Parlamento por Heloísa Apolónia

Heloísa Apolónia, deputada do Partido Ecologista Os Verdes, reage à decisão de reunião entre o Governo Português e o Espanhol, para discutir a questão da Central Nuclear de Almaraz e a instalação de um armazém de resíduos nucleares a escassos 100km na fronteira.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Almaraz - foi hoje aprovado o voto de condenação proposto pelo PEV

Foi hoje, dia 6 de janeiro, aprovado por unanimidade na Assembleia da República o voto de condenação - Da opção de proceder à construção de um central de armazenamento de resíduos nucleares em Almaraz, em Espanha - anunciado ontem pela Deputada ecologista, Heloísa Apolónia.




Leia aqui o texto completo deste voto de condenação.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Proliferação de estufas em Tavira

Os Verdes estiveram hoje, dia 5 de janeiro, no debate que se realizou em Tavira, organizado pela Associação "Tavira em Transição", sobre a proliferização de estufas neste concelho algarvio.