sexta-feira, 24 de março de 2017

Nisa - Verdes em campanha para encerrar Almaraz

Partido Ecologista Os Verdes lançou, no passado dia 9 de março, uma grande campanha para encerrar a Central Nuclear de Almaraz!

Esta iniciativa visa dar oportunidade aos portugueses, nomeadamente à população que em caso de acidente seria a mais atingida, isto é a população dos concelhos fronteiriços e ribeirinhos do Tejo, de afirmar a sua vontade de que a Central Nuclear de Almaraz seja encerrada, subscrevendo um apelo nesse sentido.

Este apelo dirigido ao 1.º Ministro Português e ao Presidente do Governo Espanhol é expressado através da assinatura de dois postais que contam já com cerca de 2 milhares de assinaturas.

A recolha destas assinaturas foi lançada simultaneamente nos cinco Distritos Ribeirinhos do Tejo.

Depois de terem estado na capital de distrito, Portalegre, Os Verdes estarão no próximo domingo,  dia 26 de março, durante a manhã e a partir das 9h30h, em Nisa, junto ao Mercado Municipal, para continuarem a recolher assinaturas.

Domingo - 26 de março

9h30h – Mercado Municipal de Nisa


quarta-feira, 15 de março de 2017

Requalificação do IP2 - Os Verdes estiveram em Castro Verde

Os Verdes reuniram, a 13 de março, em Castro Verde, com a Comissão de Acompanhamento das Obras de Requalificação do IP2, para conhecer os problemas causados pelas obras de requalificação junto a Entradas. O Deputado José Luís Ferreira manifestou o seu apoio às reivindicações da Comissão e garantiu "o seu total empenho e dedicação na procura de soluções que possam levar à resolução dos problemas".



Leia mais sobre este encontro nas notícias publicadas pela Rádio Pax e pela Rádio Voz da Planície, com declarações do Deputado José Luís Ferreira.

domingo, 12 de março de 2017

Castro Verde - Os Verdes reúnem com a Comissão de Acompanhamento das Obras de Requalificação do IP2

Uma delegação do Partido Ecologista Os Verdes, composta entre outros, pelo deputado José Luís Ferreira, por dirigentes nacionais e dirigentes do coletivo regional, reunirão 2.ª feira, 13 de março com a Comissão de Acompanhamento das Obras de Requalificação do IP2 no Concelho de Castro Verde.

As obras de Requalificação do IP2, mantendo a “geometria” pré-existente no Nó de Entradas – Sul, vêm colocar em causa a segurança rodoviária dos utentes do IP2 e prejudicar gravemente a população do Concelho de Castro Verde e em particular os habitantes da vila de Entradas, impondo constrangimentos sérios às perspetivas de desenvolvimento sustentável daquele território.

Para tomar conhecimento direto da situação e verificação in loco, o PEV reunirá com a Comissão de Acompanhamento das Obras de Requalificação do IP2 no Concelho de Castro Verde e fará visita ao local.

Na Próxima Segunda- feira, dia 13 de março – 14.30h – Reunião com a Comissão de Acompanhamento das Obras do IP2, na Junta de Freguesia de Entradas, sita no Largo da Casa do Povo, em Entradas, seguida de visita ao local, cerca das 15.30h. 

quarta-feira, 8 de março de 2017

Os Verdes desencadeiam campanha para encerrar Almaraz

O Partido Ecologista Os Verdes lança amanhã, dia 9 de março, uma grande campanha para encerrar a Central Nuclear de Almaraz! 

Esta iniciativa visa dar oportunidade aos portugueses, nomeadamente à população que em caso de acidente seria a mais atingida, isto é a população dos concelhos fronteiriços e ribeirinhos do Tejo, de afirmar a sua vontade de que a Central Nuclear de Almaraz seja encerrada, subscrevendo um apelo nesse sentido.

Este apelo dirigido ao 1.º Ministro Português e ao Presidente do Governo Espanhol é expressado através da assinatura de dois postais.


A recolha destas assinaturas é lançada publicamente, amanhã 5.ª-feira, pelas 11 horas, simultaneamente nos cinco Distritos Ribeirinhos do Tejo: Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Lisboa e Setúbal (Almada), contando com a presença de dirigentes nacionais do PEV.

Castelo Branco – Mercado Municipal – com a presença dos dirigentes nacionais Ema Gomes e Miguel Martins;

Portalegre – Rossio – Portalegre – Com a presença dos dirigentes nacionais Manuela Cunha e João Gordo;

Santarém – Frente ao W Shopping - Com a presença dos dirigentes nacionais Sónia Colaço e Francisco Madeira Lopes;

Lisboa – Cais do Sodré (Saída da estação do Metro) - Com a presença da deputada Heloísa Apolónia e da dirigente nacional Cláudia Madeira;

Almada – Praça do Movimento das Forças Armadas- Com a presença dos dirigentes nacionais Susana Silva e Victor Cavaco.


PEV confronta António Costa com poluição no Rio Tejo

No debate quinzenal com António Costa, que decorreu hoje, 8 de março, na Assembleia da república, a deputada Heloísa Apolónia confrontou o Governo com a poluição no Rio Tejo: "O Rio Tejo não é um cano de esgoto". Há empresas poluidoras que já têm planos de requalificação dos sistemas de tratamento mas, até lá, continuam a fazer do Tejo um cano de esgoto. Até lá, até que a requalificação esteja feita, o que se vai fazer? "Vamos continuar a assistir a um Tejo castanho, estragado pelas descargas ilegais e acentuadas que fazem as empresas poluidoras?". Heloísa Apolónia questiona sobre que medidas, a curto prazo, no âmbito da monitorização e fiscalização, pretende o Governo implementar, para que o Tejo deixe ser um cano de esgoto.



Resumidamente, aqui fica a tomada de posição do PEV quanto à poluição no Tejo:


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Os Verdes questionam António Costa sobre offshores e acordo com Espanha sobre Almaraz

Heloísa Apolónia, no debate quinzenal de hoje com o Primeiro Ministro, questionou António Costa sobre dois assuntos: fuga de milhões para o exterior sem conhecimento da Autoridade Tributária, situação que requer o apuramento de responsabilidades e o acordo entre Portugal e Espanha sobre Almaraz e a necessidade de esclarecer, cabalmente, se Espanha revoga ou não a decisão tomada para uma efetiva avaliação dos efeitos transfronteiriços decorrentes da construção do cemitério nuclear

"Há uma decisão que Espanha tomou que tem de ser revogada para que o processo seja retomado e uma nova decisão seja tomada, designadamente em favor dos portugueses, e os efeitos transfronteiriços, evidentemente que existem!"



Almaraz: Os Verdes advertem Ministro do Ambiente para cautelas a ter no âmbito do acordo com Espanha

Hoje, no Parlamento, o PEV advertiu o Ministro do Ambiente sobre alguns perigos que podem decorrer do acordo entre Portugal e Espanha, relativo ao processo do armazém de resíduos para servir a Central Nuclear de Almaraz, caso não sejam asseguradas algumas condições.

Desde logo, é fundamental assegurar que Espanha revogue, efetivamente, a decisão, que já anunciara como tomada, sobre a construção do armazém de resíduos nucleares. Não se pode aceitar que essa decisão se mantenha, ou que seja apenas suspensa, na medida em que, se assim fosse, o processo de participação de Portugal não passaria de um mero pro forma, absolutamente inútil. Não seria compreensível que se abrisse um processo de participação, sem que a decisão de Espanha fosse formalmente revogada, para se reiniciar a Avaliação de Impacte Ambiental, tendo em conta os efeitos transfronteiriços do projeto.


Os Verdes consideram, também, que dois meses é um tempo manifestamente curto para que seja conhecido o Estudo de Impacte Ambiental, para que seja reformulado em função das necessidades de avaliação, num novo processo de Avaliação de Impacte Ambiental e, ainda, para que seja sujeito a um período de consulta e discussão pública.

O que o Governo português nunca poderá deixar de garantir é que o processo de Avaliação que se iniciará, bem como a consequente consulta pública, não sejam tomadas em devida conta num processo decisório.

Mais, na perspetiva dos Verdes, é este o tempo em que o Governo português não pode mais fugir à definição clara de um posicionamento sobre o prolongamento da Central Nuclear de Almaraz. Outra não pode ser a posição, que não a defesa do encerramento daquela central nuclear até ao ano de 2020, na medida em que só este encerramento garantirá a segurança do nosso território, das nossas populações, do rio Tejo e dos nossos ecossistemas.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Reposição de serviço de passageiros na Linha do Leste tema de reunião entre Verdes e Governo - Garantidas Melhorias Para Breve!

Dando continuidade aos compromissos assumidos com as populações do Distrito de Portalegre, Os Verdes continuam no quadro de conversações bilaterais com o Governo a persistir ela reposição rápida de uma oferta de transporte de passageiros que atenda às necessidades das pessoas e do desenvolvimento da Região.


Nesta reunião Os Verdes deram conta ao Secretário de Estado dos Transportes da reação das populações aquando da Marcha que fizeram a pé entre Portalegre e Elvas, na qual a população expressou claramente a falta que o comboio lhes faz.

Por parte do Secretário de Estado ficou o compromisso inequívoco de ouvir muito brevemente Os Verdes, sobre uma proposta que irá ao encontro das reivindicações colocadas.


Face à urgência colocada por parte dos Verdes para uma resposta à falta de transporte das populações, o Secretário de Estado assegurou ao PEV que a situação atual não se irá arrastar por muito mais tempo.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Os Verdes promovem Jornadas Parlamentares focadas em Almaraz

O Grupo Parlamentar Os Verdes dedica as suas Jornadas Parlamentares, da presente sessão legislativa, ao tema da ameaça e riscos decorrentes da Central Nuclear de Almaraz.

Ouvir e debater os riscos que a Central Nuclear de Almaraz representa para Portugal, nomeadamente para as populações e para os territórios localizados na raia e na zona ribeirinha do Tejo, e a forma como estamos preparados para enfrentar esta ameaça, é o objetivo das Jornadas Parlamentares.

Programa das Jornadas Parlamentares

30 de Janeiro - Castelo Branco 

11.00H – Reunião com Administração da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco ( Av. Pedro Alvares Cabral)
12.30H – Conferência de Imprensa junto ao Mercado de Castelo Branco (Avenida 1º de Maio, 1º andar)
14.30H – Reunião e visita às Instalações do Comando Distrital de Operações de Socorro - (CDOS, Praça Nercab)
15.40H – Reunião com os Bombeiros de Vila Velha de Ródão (Rua de Santana)
16.40H – Contacto com Unidade Hoteleira Vila Portuguesa – Casa de Campo (Rua das Pesqueiras, Nº25, Vila Velha de Ródão)
17.30H – Viagem de Barco entre Vila Velha de Ródão e Barragem do Fratel
18.30H – Distrito de Portalegre - Conversa com pescadores do Rio Tejo na sede da Junta de Freguesia de Santana (Aldeia do Arneiro, Nisa)

31 de Janeiro - Portalegre 

09.00H – Reunião com a Direção do Agrupamento de Escolas de Nisa e debate com alunos.
11.00H – Visita ao Centro de Formação da Guarda Nacional Republicana de Portalegre ( Avenida George Robinson, 1)
14.00H – Audição Pública Descentralizada sobre a Central Nuclear de Almaraz, no Auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (Praça da República, nº 23-25)
17.00H – Conferência de Imprensa para apresentação das conclusões das Jornadas Parlamentares (Auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais.





quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Almaraz - Audição Pública Parlamentar por iniciativa de Os Verdes

Hoje, o PEV organizou uma audição pública no Parlamento sobre a Central Nuclear de Almaraz.

Instituições de ensino superior, autarquias, associações de ambiente, bombeiros, refletiram com Os Verdes, todos em conjunto, sobre a importância de contribuir para o encerramento daqueles reatores nucleares.

Importa continuar um trabalho de informação, esclarecimento, pressão e importa ganhar ainda mais gente para esta causa.